quarta-feira, junho 20, 2012

Pãezinhos de framboesa + uma performance que adoro

English version

Raspberry swirl sweet rolls / Pãezinhos de framboesa

Adoro Michael Mann – é um dos meus diretores favoritos; por isso, quando vi que um canal a cabo passaria “O Informante” há algumas semanas sabia que assistiria ao filme novamente. No final meu marido, que nunca assistira ao filme antes, me disse: “caramba, que filme excelente!” e foi quando tive certeza de que ele realmente tinha adorado, como eu adoro.
É fácil amar Russell Crowe, sei disso, mas para mim Jeffrey Wigand é seu melhor personagem até hoje, mais do que Maximus: muita gente vai discordar, mas pensem em como é muito mais difícil interpretar um homem cheio de falhas do que é interpretar um herói – ainda assim o espectador toma o lado de Crowe. Para finalizar, há a transformação física, algo de uma beleza infinita e sinal de um ator comprometido com seu trabalho, e mesmo assim sua performance é tão mais do que ganhar muitos quilos – é a coisa como um todo, todos os detalhes juntos, abençoados pelas mãos de um diretor talentoso. O Wigand de Crowe faz com que me lembre do Jake La Motta de Robert De Niro que é, para mim, simplesmente a maior performance de um ator em todos os tempos.

***

Tenho feito pão freqüentemente mas a maioria tem sido salgada – me decidi pela rota doce depois de ver esta receita em uma revista da qual gosto mais a cada dia. Sou doida por cinnamon rolls e esta alternativa com framboesas me pareceu tão incrível que tive que provar. E os pãezinhos ficaram deliciosos, macios, irresistíveis. A massa, perfumada com raspas de casca de limão siciliano, é bem macia, fácil de preparar e tem um sabor muito bom – aposto que outros tantos recheios ficaram ótimos com ela, também.

Pãezinhos de framboesa
da deliciosa e linda Food & Wine

- xícara medidora de 240ml

Massa:
1 xícara (240ml) de leite integral
2/3 xícara (133g) de açúcar cristal
1 ½ colheres (sopa) de fermento biológico seco
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, amolecida
2 ovos grandes
1 colher (chá) de raspas de casca de limão siciliano
¼ colher (chá) de sal
4 ¼ xícaras (595g) de farinha de trigo comum + um pouquinho extra para polvilhar

Recheio:
280g de framboesas congeladas – não descongele antes de usar
¼ xícara + 2 colheres (sopa) - 74g - de açúcar cristal
1 colher (chá) de amido de milho

Cobertura:
¾ xícara (105g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
3 colheres (sopa) - 42g - de manteiga sem sal, derretida
1 ½ colheres (sopa) de creme de leite fresco

Massa: despeje o leite na tigela grande da batedeira - você vai usar o batedor em formato de gancho – e misture o açúcar e o fermento. Reserve até o fermento espumar, cerca de 5 minutos. Junte a manteiga, os ovos, as raspas de limão e o sal. Acrescente a farinha e bata em velocidade média até que uma massa se forme, cerca de 3 minutos. Continue batendo até a massa ficar macia e elástica, aproximadamente mais 10 minutos.
Transfira a massa para uma superfície levemente enfarinhada e sove duas ou três vezes com as mãos. Forme uma bola com a massa e coloque em uma tigela grande levemente pincelada com manteiga. Cubra com filme plástico e deixe em um lugar morninho, livre de correntes de ar, até que dobre de volume, 1-2 horas.
Forre uma forma de 22x32cm* com papel manteiga, deixando sobrar nos dois lados mais curtos e opostos, e unte o papel e as laterais da forma. Transfira a massa para uma superfície levemente enfarinhada e com o auxílio de um rolo forme um retângulo de 25x60cm com ela.
Em uma tigela média, misture as framboesas com o açúcar e o amido. Espalhe o recheio de maneira uniforme por toda a extensão da massa. Enrole a massa como se fosse um rocambole, de maneira apertada, para formar um cilindro de 60cm. Rapidamente corte o cilindro em quatro partes. Corte cada parte em quatro fatias e arrume-as na forma preparada, uma ao lado da outra, deixando um espacinho para que cresçam. Se sobrarem framboesas e/suco na bancada, remova e espalhe entre os rolinhos. Cubra os rolinhos com um pano de prato seco e limpo e deixe crescer novamente em um lugar morninho, longe de correntes de ar, até que cresçam e ocuparem todo o espaço da forma, cerca de 2 horas.
Pré-aqueça o forno a 220°C**. Asse os pãezinhos por cerca de 25 minutos ou até que dourem e o recheio esteja borbulhando. Transfira para uma gradinha e deixe esfriar por 30 minutos.
Em uma tigelinha, misture bem o açúcar de confeiteiro, a manteiga e o creme de leite até obter uma calda espessa.
Inverta a forma com os pãezinhos, remova o papel e inverta-os novamente sobre a gradinha. Espalhe a calda sobre eles. Sirva mornos ou em temperatura ambiente.

* fiz exatamente a receita acima usando uma forma de 20x30cm

** parece que para algumas leitoras a temperatura não funcionou - os pães ficaram escuros, quase queimados. Assei a 220°C mesmo (usando termômetro de forno); ao preparar a receita, cheque os pães antes do tempo total ou asse-os em um forno menos quente

Rend.: 16 unidades

17 comentários:

Karina Batista disse...

Oi Pat, adoro o Russel Crowe, mas ainda não vi este filme, não. Fiquei curiosa depois dos seus elogios e já marquei para ver. Beijão

mariacarambola.wordpress.com

Ana Claudia disse...

Amei esses pãezinhos, estão de comer com os olhos!!

Beijos
Ana Claudia
www.anaclaudianacozinha.blogspot.com.br

Letrícia disse...

Morro. Morro muito com esses pãezinhos. Affff.

Vera disse...

que pãezinhos lindosssssssssssssssss =)ficaram com otimo aspeto, já roubei a receita!!

Living2Cook disse...

Estão com um ar delicioso ... parabéns :)

Living2Cook*

Vera Ferraz disse...

Ai que tentação!!!!

Tanocas disse...

que lindos!!!!!!!!!!! fiquei com água na boca ;)
vou experimentar.
beijinho
http://1000sabores1000maneiras.blogspot.pt/

Ana Chris disse...

Oi, Patricia! Tb nao vi o filme ainda... vou agendar! E os paezinhos... que lindos!!! Devem ter ficado deliciosos... agendados, tambem! bjs e obrigada...

Denden disse...

Oi Patrícia!

Sou frequentadora assidua do seu blog, mas confesso que é a primeira vez que comento.
Adoro sua receita de trufa de limão siciliano, fiz uma vez e foi sucesso absoluto!!!

Nesta receita, posso mudar o fermento seco para o fresco? Se sim, qual seria a quantidade e o preparo?

Super obrigada por adocicar meus dias com suas lindas e saborosas receitas! =D
Bjos

Cristina disse...

Os tons rosados desses pãezinhos fazem-me derreter toda... As framboesas são frutos mesmo encantadores :)))

Ameixinha disse...

Limão e framboesa são dois sabores que casam super bem. Lindos que ficaram, super românticos :)

Dri Pepper disse...

Yummy! Precisa mesmo do batedor em forma de gancho? Essas coisas sempre me complicam...

Patricia Scarpin disse...

Denise, na embalagem do fermento seco há uma tabela com as medidas equivalentes. Talvez na do fresco também haja.

Dri Pepper, é o batedor para massas pesadas.

Temperaria - Vivian Luiz disse...

Patricia, confesso que ainda nao vi esse filme... Mas com tamanha recomendação vou procurar vê-lo em breve!

Seus pães ficaram lindinhos! Adoro framboesa, pena que tem sido tão difícil de encontrar por aqui... Beijos!

Temperaria - Vivian Luiz disse...

Patricia, confesso que ainda nao vi esse filme... Mas com tamanha recomendação vou procurar vê-lo em breve!

Seus pães ficaram lindinhos! Adoro framboesa, pena que tem sido tão difícil de encontrar por aqui... Beijos!

Anônimo disse...

Oi Paty, tudo bom?
Adoro seu blog, sempre faço suas receitas e sempre dão certo! :) Mas essa eu tive mais dificuldade, não consegui enrolar direito,a massa meio que "escorregava", porque as frutinhas a deixaram meio úmida... Você tem alguma dica para essa parte? O pão cresceu (por sinal, cresceu loucamente, ficou gigante)e ficou até fofinho, mas achei que errei em algo, não sei, vou tentar de novo uma próxima.
Obrigada por esse lindo blog! <3
bjos

Patricia Scarpin disse...

Oi, Anônimo, tudo bem, sim, e contigo?
Eu usei as framboesas ainda congeladas e trabalhei rapidamente a etapa da moldagem, elas ficaram firmes e não tive esse problema que vc teve. Vc as usou congeladas também?
Beijo e obrigada pelo comentário!

Related Posts with Thumbnails